Concurso TRE-RN 2017 - Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte

  • Instituição
    Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE RN)
  • Banca Examinadora
    Aguardando Definição
  • Situação
  • Total de Vagas
    Aguardando Definição
  • Remuneração
    Aguardando Definição
  • Taxa de Inscrição
    Aguardando Definição
  • Datas de Inscrição
    Aguardando Definição
  • Data da Prova
    Aguardando Definição
  • Região
    Nordeste
  • Escolaridade
    Médio, Superior
  • Área
    Judiciária
  • Edital
    Aguardando Publicação

Prepare-se para o concurso



O concurso público do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN), já contava com autorização em 2015, porém em decorrência de critérios orçamentários e administrativos foi revogada. 

Previsão

Espera-se que o edital seja publicado em 2017, segundo prevê o texto base do PLOA (Projeto de Lei Orçamentária Anual). Como já havia sido anunciado anteriormente, o certame será para os cargos de Técnico e Analista Judiciário. O órgão estima que 12.400 candidatos se inscrevam para funções de Analista. Para Técnico, de nível médio, a estimativa é de 18.400 candidatos pagantes inscritos. As taxas de inscrição serão de R$ 110 ou R$ 90. A previsão total de arrecadação é de R$ 3.020.000,00.

Carreira e remuneração

Para concorrer aos cargos de Técnico é necessário possuir ensino médio e para Analistas, nível superior. As remunerações iniciais são de R$ 7.044.75 (Técnicos), já considerando gratificação e ajuda de custos, e R$ 10.992,07 (Analistas), ambos com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Lembrando que em julho de 2017 haverá reajuste salarial aos servidores do judiciário federal estipulado pela lei 13.317, sancionada pelo presidente Michel Temer em 21 de julho de 2016. Portanto os salários devem sofrer um aumento considerável. 

Último concurso TRE-RN

Ocorrida em 2010, a última seleção do órgão contou com oferta de duas vagas, sendo uma de técnico e uma de analista, além de formar cadastro de reserva. No total, mais de 70 aprovados foram nomeados. A organizadora foi a Fundação Carlos Chagas (FCC). As avaliações foram feitas por meio de provas objetivas compostas de 60 questões, sendo 20 de conhecimentos gerais e 40 de conhecimentos específicos. Para analistas nas áreas judiciária e administrativa, bem como para técnico, na área administrativa, também foi aplicada uma redação.

 

Confira os materiais que separamos para você e garanta sua vaga!

Atualizado em 09/10/2017